II Carta às Famílias

Prezadas famílias e encarregados/as de educação,

Uma vez mais vimos à vossa presença com fé e esperança de que breve estaremos novamente todos juntos.

Seremos sucintas nos esclarecimentos que vamos dar e que têm sido abordados por variadas famílias por email e telefone:

  • Inscrições para a primeira quinzena de agosto de 2020

Ficou decidido que, por motivo de o mês de março ter sido atípico, não houve tempo para as inscrições dos vossos educandos. E também pensando que alguns de vós podem ter tirado férias nesta altura anómala do país, irá ser prorrogado o prazo de inscrição por, pelo menos, mais uma semana, após a nossa reabertura.

Assim todos terão tempo de inscrever ou alterar a decisão já tomada.

  • Matrículas para o próximo ano letivo

Durante o mês de abril vai decorrer o prazo para as matrículas do próximo ano letivo. Está a ser tratado com o nosso informático forma de este ano ser feito online. Provavelmente, esta data também terá de ser alargada. Iremos dando notícias.

  • Mensalidades

A suspensão da prestação de serviços por ordem governamental traz constrangimentos nas decisões de como processar as mensalidades. Como é do conhecimento de todos as IPSS vivem de subsídios do Estado e das mensalidades dos seus utentes, não tendo por isso fundo de maneio suficiente para se manterem com sustentabilidade sem as respetivas receitas.

Recebemos algumas orientações da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, mas nada que nos remeta, a uma solução concreta para o problema.

Considerando que a data de reabertura dependerá muito do final da Pandemia e que não sabemos se não teremos mais 15 dias de Estado de Emergência… vamos continuar a seguir os acontecimentos e aguardar as orientações que a Província Portuguesa das Irmãs Doroteias, que nos tutela, nos transmita, para podermos dar uma resposta com equidade a todas as famílias.

Aguardemos, pois, com tranquilidade os tempos que se aproximam, com a certeza de que tudo faremos em benefício das nossas famílias.

Assim, despedimo-nos reiterando um até breve e continuando a acreditar que teremos sempre a mão de Santa Paula para nos guiar e dar proteção.

Covilhã, 27 de março de 2020

                                                                     P’la Direçao

                                                            Ir Teresa Órfão Carneiro

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.